A Verdade Sobre a Barriga Perfeita Funciona?

Como Organizar Sua Cozinha Podes Acudir A Emagrecer


O que é melhor aeróbico ou musculação para emagrecer? Uma grande e envolvente questão foi levantada pelos nossos seguidores. Desejo perder gordura, entretanto eu não possuo tempo bastante pra prática da atividade física. O que eu devo priorizar: Os exercícios Aeróbicos (Cárdios) ou a Musculação pra o emagrecimento? O nosso colunista, o Doutor em Obesidade (Dr César Marra) explica essa amplo charada.


A primeira consideração a ser feita é em relação ao que desejamos achar “pouco tempo”. A ausência de tempo é bastante comum na atualidade, devido à correria do dia-a-dia. Vamos crer que uma pessoa desfruta apenas de três dias na semana, e apenas vinte a trinta minutos nesses 3 dias. Algumas pessoas são capazes de possuir mais ou menos dias por semana, como essa de um tempo diário diferenciado desse que citamos acima.


Sendo assim, vamos referir as recomendações baseadas na literatura científica, exibindo o que os estudos evidenciam. O que dizem os estudos? O estudo mais bem sob controle a respeito desta relação Aeróbico x Musculação no modo de redução de peso, foi o estudo conduzido por Willis e colaboradores, publicado no Journal of Applied Physiology. Ele representa o maior estudo randomizado atingido para comparar as modificações pela composição corporal do treinamento de Musculação e o treinamento Aeróbico, ou a combinação de ambos, em adultos com sobrepeso ou obesos sedentários. Treino Aeróbico x Treino de Musculação nas modificações da constituição corporal.


É interessante para o professor, como essa de pra população a compreensão se o treino Aeróbico ou treino de Musculação é melhor pra transformações da gordura corporal. As comparações entre o treino Aeróbico e o treino de Musculação no estudo de Willis sugerem que a Aeróbico reduz tanto o peso corporal, como a massa de gordura significativamente mais do que o treino de Musculação.


No tempo em que os 2 modos de exercício produziram mudanças semelhantes em ligação ao percentual de gordura, essas transformações foram impulsionadas por diferentes mecanismos, onde o treino de Musculação aumentou a massa corporal magra e treino Aeróbico diminuiu a massa gorda. Ou seja, o percentual de gordura de ambos foi diminuído: o do grupo que treinou musculação pelo acrescentamento do tecido muscular e mesma massa gorda, e o do grupo do treino aeróbico na diminuição da massa gorda. Estudos indicam uma maior redução gordura visceral com o Treino Aeróbico do que o treino de Musculação (Slentz et al.). Ademais, o estudo de Willis sugere que o Treino Aeróbico melhorou mais os escores da síndrome metabólica do treino de Musculação (Bateman et al.).


http://www.turkmenland.com/dont-fall-for-this-quitoplan-scam/

Dessa forma, analisando os principais estudos na literatura científica há fortes evidências concluentes de que o Treino Aeróbico é o ideal aprimorar a quantidade de gordura corporal, em tal grau geral como visceral. A disparidade entre os grupos em ligação ao tempo de exercício no estudo por Davidson limita a comparação da efetividade dos dois métodos a respeito da composição corporal. O tempo gasto do exercício não equivale ao gasto energético do exercício desempenhado.



A título de exemplo, o treino de Musculação acrescenta os tempos gastos de recuperação entre as séries e o deslocamento entre os imensos aparelhos. Porém, as comparações com apoio no tempo total gasto do exercício auxílio a elucidar qual o tipo de exercício é mais produtivo pela redução da gordura corporal.


  1. Entender a autodefesa
  2. Lavar a pele com água morna
  3. Antiepiléticos: Topiramato e Zonisamida
  4. Ampliar o consumo de alimentos ricos em proteína

http://therealmike.com/revista-corpo-e-forma/

Deste jeito, com apoio no estudo de Willis em que os tempos de exercício foram bastante parecidos, o Treino Aeróbico foi o modo mais eficiente para a redução da gordura corporal. Avaliações sobre o treino de Musculação sozinho nas alterações da gordura corporal. A prescrição do treino de Musculação utilizado no estudo de Willis representa o limite superior da quantidade recomendada pelo ACSM (American College of Sports Medicine), em termos de sessões por semana e número de séries por sessão.


O estudo ilustrou ganhos significativos em relação à músculo e à potência. Tu poderá ver outras conteúdo sobre isso http://www.turkmenland.com/dont-fall-for-this-quitoplan-scam/ .Porém, existem relatos conflitantes pela literatura a respeito do treino de Musculação se ele induz ou não a perda de massa gorda. O estudo de Willis suporta a última observação (não houve redução de calorias com o treino de Musculação).



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *